Clássico para o dia do trabalho – 1º de maio

Primeiramente, ótimo dia do trabalhador a todos, parabéns a vocês trabalhadores de todas as áreas, hoje dia 1 de maio é uma homenagem a cada trabalhador que permite que o mundo continue funcionando, independente de todas as dificuldades de trabalho e baixos salários.

Na grande maioria dos países industrializados, o dia de hoje, 1º de maio é o Dia do Trabalho. Data comemorada desde o final do século XIX, essa data é uma homenagem aos oito líderes trabalhistas norte-americanos que morreram enforcados em Chicago (EUA), em 1886. Eles foram presos e julgados sumariamente por dirigirem em manifestações que tiveram início justamente no dia 1º de maio daquele ano. No Brasil, a data é comemorada desde 1895 e virou feriado nacional em setembro de 1925 por um decreto do presidente Artur Bernardes.

E em homenagem a esse povo que trabalha e faz o Brasil e o mundo andar, vamos indicar hoje o filme “A classe operária vai ao paraíso“ (nome original – La classe operaia va in paradiso) um clássico do cinema de 1971, Itália. Esse filme trata-se de um operário metalúrgico italiano chamado Lulu (Gian Maria Volontè), o filme é rodado em uma cidade industrial do Norte da Itália, Lulu é um operário muito bem vistos pelos superiores e invejado pelos colegas de trabalhos, vários problemas giram em torno dos operários da fabrica e Lulu. É um ótimo filme que fala de trabalho, intrigas e politica. o operário acaba perdendo um dedo em um acidente de trabalho e é envolvido em um movimento de protesto. Ele fica dividido entre as tentações da sociedade de consumo e o movimento sindical, numa radiografia do impasse ideológico de muitos trabalhadores. Ao som da brilhante trilha sonora de Ennio Morricone, Elio Petri constrói um estudo seminal sobre as relações de trabalho no capitalismo. Um filme perturbador e muito atual. Filme de gênero Drama produzido pelos Estúdios Versatil, com a direção de Elio Petri. É um ótimo filme que fala de trabalho, intrigas e política.

                                     

                                                                 (Gian Maria Volonté) 

 Gian Maria Volonté tem uma de suas melhores atuações nesse filme, nascido  para o sucesso em Milão na Itália no dia 9 de Abril de 1933, faleceu na Florida em 6 de dezembro de 1994, com muita história pra contar e inúmeros filmes para recordar, foi um dos melhores e mais engajados atores italiano do cinema.

Estreou no cinema m 1960, com participação também em teatro e TV, esse recordavel ator trabalhou em mais de 50 filmes desde asua estreia nas telonas. Durante dez anos fez vários papéis sem muita importância até alcançar fama internacional em 1970 com Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita de Elio Petri ao lado da brasileira Florinda Bolkan.

O seu primeiro prémio internacional veio em 1972, como melhor ator do Festival de Cannes em A Classe Operária Vai ao Paraíso.

 

Festivais e Prêmios do filme:

  • O filme participou do Festival de Cannes – Vencedor da Menção Honrosa e da Palma de Ouro como Melhor Filme;
  • Participou também da Academia de Cinema Italiana (David Di Donatello) – Melhor Filme;
  • E ganhou Prêmio dos Jornalistas Italianos (Nastro D”Argento) com Melhor Atriz e Melhor Ator Coadjuvante.

 

Elenco
Gian Maria Volonté … Lulù Massa
Mariangela Melato … Lidia
Gino Pernice … Sindacalista
Luigi Diberti … Bassi
Donato Castellaneta … Marx
Giuseppe Fortis … Valli
Corrado Solari
Flavio Bucci … Operaio
Luigi Uzzo
Giovanni Bignamini
Ezio Marano … The timekeeper
Adriano Amidei Migliano … The technician
Antonio Mangano
Lorenzo Magnolia
Federico Scrobogna … Pinuccio
Guerrino Crivello
Alberto Fogliani
Carla Mancini … Worker
Orazio Stracuzzi
Marisa Rossi
Renzo Varallo
Eugenio Fatti
Mietta Albertini … Adalgisa
Renata Zamengo … Maria
Salvo Randone … Militina

Sobre Mitta

Amo tudo que posso fazer, sou simples e decidida, objetiva e paciente, sou livre, mas ainda presa aos princípios da vida. Sou Publicitária e estou me especializando em Produção Multimídia, registro clicks da vida como uma mera espectadora e apreciadora da arte divina.

Publicado em 1 de maio de 2011, em Aplausos, Astros e Estrelas, Clássicos do cinema, Filmes Polêmicos, Traillers e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: